quinta-feira, 15 de março de 2012

MEU GRITO...

Construí um mundo,
um mundo só meu,
onde me senti bem,
tão bem,
que não consigo sair de lá...
Criei uma imagem
à minha semelhança...
A vida fez-me assim,
por fora,
completamente diferente,
do que sou,
por dentro...
No peito,
onde meu grito se ouve,
cai uma lágrima,
por fora,
onde cada lágrima,
é um sorriso...
Construí um muro,
um muro de protecção,
tão alto,
que tenho medo de saltar...
Aos poucos,
vou abrindo as asas,
soltando meus fantasmas,
vou espreitando,
pé ante pé,
sem pressa,
vou sonhando...

Sem comentários:

Enviar um comentário